terça-feira, 31 de agosto de 2010

Vice-Governador da Paraíba, Luciano Cartaxo, declara apoio ao deputado Luiz Couto


O atual vice-governador da Paraíba e candidato a deputado estadual pelo Partido dos Trabalhadores, Luciano Cartaxo, participou no último domingo (29) de uma grande carreata pelas principais avenidas da zona sul da Capital paraibana, em apoio à candidatura do deputado federal Luiz Couto (PT).

Paraibano da cidade sertaneja de Sousa, Luciano Cartaxo, que já teve momentos de atritos políticos com Luiz Couto recentemente, os quais foram superados, está fazendo uma das dobradinhas de campanha ao lado do deputado federal petista. Cartaxo, que também exerceu por quatro mandatos o cargo de vereador em João Pessoa, foi excluído da chapa majoritária governista.

De entrevista a interrogatório: assista a excelente participação de Dilma no Jornal da Globo

Assista, a seguir, as duas partes da entrevista – mais parecia um interrogatório - de Dilma concedida aos jornalistas William Waack e Cristiane Pelajo no Jornal da Globo na noite de ontem.
(1ª parte da entrevista)
.
.
(2ª parte da entrevista)



Destaco, porém, duas das respostas de Dilma recusando o tal do “salto alto na campanha”, as quais desconcertaram o famigerado William Waack:

William Waack: Agora, a senhora se recusar a discutir cargos e distribuição de cargos, a senhora vai deixar um monte de gente decepcionada. Seus aliados estão discutindo abertamente quem vai ficar com o quê. Não seria a hora de a senhora participar?

Dilma Rousseff: Sabe, é comigo que sou, se eleita, a parte interessada. Ninguém fez isso até hoje. Todo mundo respeitou o fato de que em processo eleitoral a gente tem de levar em conta o interesse da população no fato de que ela tem de esclarecer. Segundo, tem de respeitar o dia do voto. É que nem futebol: todo mundo pode ficar fazendo prognóstico, mas, se um jogador de futebol sair dizendo que ele vai ganhar de 2 a 0, de 1 a 0, sem ter a bola na rede, é uma baita pretensão. Eu considero que seria pretensão da minha parte discutir qualquer consequência do processo eleitoral de 3 de outubro sem estar o último voto na urna às cinco horas da tarde.

William Waack: Já que a senhora usou o futebol, todo mundo escala o time antes do jogo.

Dilma Rousseff: É. Todo mundo escala o time antes do jogo, mas aí é futebol e eu tô fazendo eleição.

Leia a íntegra da entrevista: O interrogatório global

"BraZil de Fernando Henrique/Serra" versus "BraSil de Lula/Dilma"


Reproduzo trechos da matéria da revista IstoÉ, edição 1534, sobre o início do 2º mandato de Fernando Henrique Cardoso. Título: Recua Brasil. Cortes nos programas sociais para cumprir metas do FMI levam Fernando Henrique a enterrar promessas de investimentos feitas na campanha.

Em seguida, reproduzo matéria postada essa semana no Blog Conversa Afiada, do jornalista Paulo Henrique Amorim, com o título: O Brasil é maior que a França e a Inglaterra. Bye-bye Serra forever.
.
Brasil de Fernando Henrique/José Serra (2º mandato)

Por Guilherme Evelin e Rachel Mello

O Brasil engatou a marcha à ré. Quatro meses depois de conquistada a reeleição, o "Avança Brasil", programa de governo apresentado na campanha eleitoral pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, ameaça virar obra de ficção. Este ano, o País deve conhecer um recuo histórico, com queda do Produto Interno Bruto (PIB) de 3,5%, diminuição da renda per capita para os níveis de 1980 e índices de inflação e desemprego na casa dos dois dígitos, o que inviabiliza as promessas feitas pelo candidato FHC de manter a estabilidade do real e ainda tocar projetos capazes de gerar 7,8 milhões de novos postos de trabalho. Segundo o professor Márcio Pochmann, especialista em economia do trabalho da Universidade de Campinas, a renda per capita no Brasil deve cair 4,8% em 1999, representando a volta ao mesmo patamar de 1980. Com a decisão de dobrar a aposta na política de arrocho ditada pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), outro passo atrás vai ser dado nos próximos dias. Até a quarta-feira 24, o presidente deverá tomar uma decisão sobre novos cortes no Orçamento e nos investimentos das empresas estatais. A tesourada de até R$ 4 bilhões vai atingir em cheio os programas do Brasil em Ação, um conjunto de obras consideradas prioritárias e apresentadas na campanha como o carro-chefe da retomada do desenvolvimento. Elas serão interrompidas ou adiadas. Pior: programas nas áreas sociais não serão poupados dos cortes. O candidato que pediu votos com o bordão de que o Brasil tem rumo iniciou, assim, o segundo mandato no Palácio do Planalto na trilha oposta da redução das desigualdades. "O presidente mudou de rumo. O eleitor percebeu isso e sua popularidade caiu como nunca. Junto à população, FHC ficou com a imagem potencial de mentiroso", analisa Fátima Jordão, especialista em opinião pública.

Trabalho infantil. A primeira vítima desses descaminhos pode ser a pequena rede de proteção social no País, que funcionava de forma precária mesmo nos tempos de moeda estável.

Na Educação, outros projetos que enchiam os olhos do presidente Fernando Henrique já sofreram duros golpes orçamentários no final do ano passado. O Programa de Informática, que deveria equipar com mais de 100 mil computadores escolas públicas de todo o País até o ano 2000, perdeu 90% de seus recursos.

Miséria. Estudos do próprio Banco Interamericano mostram que o País levaria 120 anos para eliminar a miséria se sua economia crescesse 2% ao ano. "O quadro social é grave. E a tendência é piorar porque não se tomam providências", diz o sociólogo Carlos Estevam Martins, professor da Universidade de São Paulo e co-autor do livro Política e sociedade em parceira com Fernando Henrique Cardoso.

"Quem acabou com a inflação vai acabar com o desemprego"

Fernando Henrique prometeu criar 7,8 milhões de empregos. A inflação está de volta. O desemprego este ano deve bater o recorde histórico.

"Avança Brasil"

O candidato FHC se comprometeu a aumentar o número de bolsas-escola e acabar o trabalho infantil, que hoje emprega 3,8 milhões de crianças de cinco a 14 anos. No atual ritmo, a meta é inviável.
.
"O Brasil tem rumo"

Menina dos olhos do candidato FHC, o programa Toda Criança na Escola pretende colocar 98% das crianças na escola até 2002. A meta ficou mais distante depois que dois projetos de apoio do programa sofreram cortes drásticos.
.
"Marcha à ré, não"

FHC prometeu mobilizar R$ 55 bilhões em investimentos para melhorar a infra-estrutura e acabar com os gargalos que atrapalham o crescimento do País. Este ano, o PIB pode cair até 3,5%. Obras prioritárias estão sendo interrompidas e adiadas.

Brasil de Lula/Dilma (2º mandato)

Por Paulo Henrique Amorim
.
O Governo Lula incorporou 50 milhões de brasileiros ao mercado de consumo.

A classe C foi a que mais cresceu.

Tem hoje 104 milhões de pessoas.

A capacidade de consumo da classe C é de 500 bilhões de reais por ano.

A classe C é aquela com uma renda mensal entre mil reais e cinco mil reais.

A classe D tem um poder de consumo de 380 bilhões de reais.

50 milhões de pessoas incorporadas à classe C é o mesmo que dizer que uma Argentina, somada a um Chile, compõe a classe C.

O PIB deve crescer este ano 7%.

Será o maior crescimento anual do PIB dos últimos 24 anos.

O crescimento do PIB de 7% fará com que a economia brasileira seja maior que a da Inglaterra e também a da França.

Na Europa, só a Alemanha ainda é maior que o Brasil.

No ano que vem, a economia brasileira crescerá 5,5%.

Essas são informações que Guido Mantega, Ministro da Fazenda, deu hoje à Fátima Turci e Paulo Henrique Amorim, que serão veiculadas hoje e amanhã na Record News.

O Brasil hoje tem 260 bilhões de dólares de reservas cambiais e dívidas de 220.
.
Clique AQUI e leia a matéria completa publicada na edição online da revista IstoÉ em 2000.

Blogagem Coletiva. Repúdio ao AI5 Digital


Amigos, os adoradores do AI 5 Digital e da ditadura, os amantes do vigilantismo, os defensores dos direitos econômicos em detrimento dos direitos civis que formam o tripé do atraso, estão se movimentando para aprovar o famigerado e monstruoso AI5Digital que há muito deveria ter sido fulminado, destruído e acabado.

A turma do Grande Irmão: Azeredo, Febraban, Fecomercio e outros do mesmo quilate estão fazendo uma força tremenda para nos empurrar o AI 5 Digital guela abaixo de qualquer forma, vamos aos fatos:

1. A mídia continua repetindo o Mantra da Irracionalidade contra a Internet.
.
2. No dia 05/08/10 O Deputado Pinto Itamaraty do PSDB apresentou parecer favorável ao AI 5 Digital, ignorando todos os argumentos e movimentos sociais dos últimos três anos.

4. E agora um evento para lá de esquisito organizado pela revista Decision Report, uma publicação que parece estar à serviço do Azeredo e do vigilantismo, se anuncia para o dia 31/08 com o título oportuno (para o tripé do atraso) de: Crimes Eletrônicos – A urgência da lei. O curioso e que este evento conta com 19 palestrantes para falarem em 2:30h, o que dá um pouco mais de 7 minutos para cada um.

Por estas e por outras que estamos convocando uma blogagem coletiva para o dia 31/08/10, justamente no dia do tal evento à serviço do Azeredo e do AI 5 digital, vamos fazer uma blogagem coletiva contra o AI 5 Digital para lembrar a todos que queremos a Internet como um espaço livre e democrático!!!

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Luiz Couto (PT-PB) afirma que empresários e políticos envolvidos em Grupos de Extermínio não estão na lista divulgada pela Sec. de Segurança Pública


O deputado federal Luiz Couto (PT) concedeu uma entrevista coletiva no final da manhã de hoje em seu escritório político para contestar o resultado da Operação Águas Limpas, realizada na última sexta-feira, para prender acusados de participação em grupos de extermínio que atuam na Paraíba.

Couto afirmou que há políticos, empresários e oficiais que não apareceram nas investigações da polícia e questionou porque a lista de suspeitos teria sido reduzida. “Segundo o próprio secretário de Segurança, Gustavo Gominho, havia uma relação de quarenta policiais, entre soldados e coronéis. Então espero que a relação completa possa ser investigada, porque não dá para apenas os ‘praças’ serem os responsáveis por isso aqui. Há também comerciantes, empresários e políticos. As denúncias foram feitas e cabe a polícia apurar quem financia, quem protege, etc”.

De acordo com o deputado, a CPI do Narcotráfico identificou cerca de 150 pessoas envolvidas, entre policiais e civis. Com a realização da CPI dos Grupos de Extermínio, esse número seria bem maior, com forte atuação destes grupos nos estados da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Bahia. “Destes quatro estados, apenas a Paraíba não tomou providências de fato para desbaratar estes grupos. A prova é que, não se resolveu a questão dos extermínios e que pelo menos seis pessoas teriam morrido após a operação”.

Questionado se a operação teria sido uma forma de passar uma imagem de que a população estaria mais segura no período que antecede às eleições, Luiz Couto disse que teve informações de que vários policiais presos já haviam sido soltos por delação premiada. “De acordo com a fonte, a operação era para pegar um agrupamento de pessoas e deixar de lado os outros”.

Para o deputado, só com o envolvimento da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, com a federalização destes crimes, será possível ter um serviço de inteligência que pudesse desvendar todo o esquema. “Todo mundo sabe quem foi, quem mandou, quem está protegendo, mas a omissão e a conivência são muito fortes e isso fortalece e alimenta a impunidade”, destacou Couto.

Fonte: ParlamentoPB

Repercussão nacional: após destaque no Portal Terra, IBOPE diz que no intervalo de 2 dias Zé Maranhão aumentou a diferença para 22% por causa de Lula

.
PB: Ibope confirma crescimento de José Maranhão em dois dias
.
O Ibope confirmou a realização de duas pesquisas eleitorais em um mesmo intervalo de tempo na Paraíba e a diferença dos números entre as duas consultas. Os dados divulgados pelo Instituto foram alvo de uma representação movida pela coligação "Uma Nova Paraíba", encabeçada pelo candidato a governador Ricardo Coutinho (PSB), junto ao Tribunal Regional Eleitoral nesta segunda-feira (30). O bloco de oposição apresentou uma pesquisa que traz números bem diferentes dos que foram divulgados na última sexta-feira (27).

O Instituto informou, por meio de uma nota, que realizou entre os dias 21 e 23 de agosto pesquisa para uma agência de publicidade local sem fins de divulgação e entre os dias 24 e 26 de agosto para a TV Cabo Branco, essa para a divulgação.

Para justificar a diferença dos números em um curto intervalo de tempo o Ibope diz que pode observar nos últimos dias em vários Estados um contexto mais favorável a candidaturas associadas ao presidente Lula (PT), como seria o caso de José Maranhão (PMDB).

"Portanto, o período em campo dessa pesquisa (que foi divulgada) conseguiu captar melhor o impacto da propaganda eleitoral dos candidatos, uma vez que, nesse espaço, foram exibidos três dias de programas de candidatos ao governo da Paraíba", diz a nota do Ibope. Para o instituto, as oscilações ocorridas no período parecem "totalmente dentro da normalidade".

Tragédia no Brejo paraibano: acidente entre van e caminhão pipa deixa quatro mortos na PB-073, no trecho entre as cidades de Guarabira e Pirpirituba

Um caminhão pipa e uma van se envolveram em um acidente na manhã de hoje (30) na rodovia que liga os município de Guarabira a Pirpirituba, no brejo paraibano.

O caminhão pipa vinha com destino à Guarabira, e a Van seguia destino à Pirpirituba. O motorista do caminhão ao tentar desviar um gol que estava parado, colidiu com a van que vinha no sentido contrário. Devido a força do impácto os dois carros foram arremessados para fora da rodovia.

Ao todo, oito pessoas ficaram feridas e quatro vieram a óbito.

Os feridos foram levados para o Hospital Regional de Guarabira, e alguns com ferimentos mais graves, foram transferidos para o Hospital de Emergência e Traumas em João Pessoa.

O acidente aconteceu próximo à Tecnoplástic (Ráfia)/Itamatay - por volta das 11:50h

Nome de algumas vítimas: (Os feridos)
Valdecí Cosme de Lima
Amadeus Soares da Silva
José Nunes da Silva
Edileuza Silva

Vítimas que vieram à óbito:
José Ferreria da Silva
Severina Januário da Silva
Aliete Silva Barreto, 46 anos

O nome do motorista do caminhão ainda não foi divulgado.

Uma das vítimas feridas, veio a óbito ao dar entrada no hospital Regional. A assessoria não soube idenficar ainda.

Segundo as primeiras informações, todas as vítimas são de Solânea-PB.

A van presta serviços à Prefeitura Municipal de Solânea-PB.

.

Por Zé Roberto/Rádio Cultura com Edição de Júnior Campos/Nordeste1

Suspeita de fraude do IBOPE na Paraíba:após duas pesquisas no mesmo período, mas c/ resultados diferentes, coligação entra com representação no TRE-PB

Do Portal Terra

A coligação "Uma Nova Paraíba", encabeçada pelo candidato a governador Ricardo Coutinho (PSB), protocolou nesta segunda-feira (30) uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) contra o Instituto Brasileiro de Opinião e Pesquisa (Ibope). O bloco de oposição contesta os números da pesquisa divulgados na última sexta-feira (27) pela TV Cabo Branco e diz ter consulta realizada pelo instituto no mesmo período com outro resultado.

Os números das duas pesquisas, segundo garantiu o advogado da coligação, Fábio Andrade, são bem diferentes, mas ele lembrou que a coligação não tem autorização legal para divulgar os dados da pesquisa que foi encomendada por um empresário de João Pessoa porque a ela não foi protocolada junto à Justiça Eleitoral.

"O Ibope tradicionalmente apresenta distorções entre os números das pesquisas divulgadas na Paraíba e os números contabilizados nas urnas. Até então nós pensávamos que fosse erro do instituto, mas agora os documentos nos levam a crer que houve má fé e manipulação dos dados", declarou o advogado.

De acordo com Fábio Andrade, manipulação de pesquisas eleitorais é crime, passível de até um ano de detenção. "Caso seja comprovada a distorção das informações divulgadas da referida pesquisa, o instituto também poderá pagar multa de até 100 mil UFIRs e terá que veicular os dados do segundo relatório da pesquisa", lembrou.

A pesquisa divulgada pela TV Cabo Branco/Globo na última sexta-feira (27), apontando Maranhão com 53% e Ricardo com 31% das intenções de voto, foi realizada entre os dias 24 e 26 de agosto. A Coligação do PSB apresenta na representação pesquisa feita pelo Ibope entre os dias 21 e 23 do mesmo mês. A consulta divulgada na sexta foi encomendada pela Rede Paraíba de Comunicação e registrada no TRE sob o protocolo n° 26522/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 25670/2010.

O Ibope ficou de se pronunciar sobre o assunto até o início da tarde desta segunda-feira, mas não encaminhou resposta até o fechamento da matéria. O instituto não desmentiu que tenha realizado as duas pesquisas.

Luiz Couto promove grande carreata em João Pessoa


Carreata da Ética e da Cidadania
.
A militância de João Pessoa atendeu ao chamado do deputado federal Luiz Couto e centenas de veículos participaram da carreata da “Ética e da Cidadania”, no último domingo, pelas ruas da Região Sul de João Pessoa. Carros e motos adesivados e bandeiras ao vento ao som do jingle de “Luiz Couto nosso federal de novo, 1345, Aprovado pelo Povo”.

Várias lideranças e candidatos a deputado estadual participaram da grande festa, a exemplo de Fernanda Benvenutty, Marenilson Batista, Sargento Pereira, Pedrinho, Benilton, Paulo Marcelo, Anísio Maia e Luciano Cartaxo. Nas ruas e calçadas a população se concentrou para saudar o candidato na sua passagem pelos bairros de Mangabeira, Valentina, Cuiá, Geisel, Água Fria, José Américo, Bancários e Castelo Branco. A carreata se dispersou no Bairro de Miramar, na Praça das Muriçocas.

A participação popular na carreata da “Ética e da Cidadania” é mais uma prova da confiança do eleitor pessoense no trabalho do deputado Luiz Couto, nos seus princípios éticos, nos seus posicionamentos políticos e partidários. “A participação do eleitorado é sempre bem vinda, seja nas carreatas, nas caminhadas, nos comícios ou no apoio ao nosso trabalho com o seu voto de confiança no dia da eleição”, disse Luiz Couto.
.
Postado no site: www.luizcouto1345.com.br

O Nordeste de Lula está mudado


No ritmo das canções populares, gostaria de esmiuçar um pouco com vocês uma das músicas do Rei do Baião, Luiz Gonzaga, o nosso Lula. A canção se chama “Nordeste pra Frente”, composta pelos “Lulas” Queiroga e Gonzaga, e gravada em LP no ano de 1968 no disco intitulado Canaã.

A letra de “Nordeste pra Frente” revela algumas características de um período em que a região nordestina começava a sofrer mudanças culturais e econômicas. Gonzaga já destacava, por exemplo, a mudança do vestuário feminino com as mocinhas usando mini-saias, os homens deixando seus cabelos “crescidinhos”, ou então, os flashes do famoso lambe-lambe registrando a vida sertaneja através da fotografia, em especial, dos sertanejos mais abastardos. Isso no final da década de 1960.

Outro trecho interessante da letra de “Nordeste pra Frente” diz respeito ao crescente processo de inserção da região ao mundo globalizado, digamos assim. Lula destacava já naquela época os produtos estrangeiros comercializados na região, citando como exemplos a guitarra americana, o whisky escocês, a gravata italiana e o radinho japonês, tornando a letra da música uma importante fonte de pesquisa sobre o processo de desenvolvimento do Nordeste na década de 1960. Se isso for considerado desenvolvimento.

Porém, vale ressaltar na música “Nordeste pra Frente”, mas também nas tantas outras canções do Lula, o sentimento forte de nordestinidade de Luiz Gonzaga ao se encantar com a chegada de investimentos na Região Nordeste do Brasil. Gonzaga cantava:

Caruaru tem sua universidade
Campina Grande tem até televisão
Jaboatão fabrica jipe à vontade
lá de Natal já tá subindo foguetão
Lá em Sergipe o petróleo tá jorrando
em Alagoas se cavarem vai jorrar
publiquem isso que eu estou lhe afirmando
o meu Nordeste dessa vez vai disparar

Aí eu pergunto: e se o Lula compositor estivesse vivo e olhasse o que o Lula presidente está fazendo atualmente pelo Nordeste brasileiro? O Lula Gonzaga ficaria radiante com as dezenas de universidades públicas e escolas técnicas criadas pelo Lula presidente.

O Lula Gonzaga ficaria radiante com o desenvolvimento tecnológico de Campina Grande, com a reconstrução da indústria naval gerando milhares de empregos em Pernambuco e região, com os parques eólicos do Ceará e do Rio Grande do Norte, com a descoberta de petróleo no sertão paraibano, com a retomada da construção da ferrovia Transnordestina, com a revitalização e transposição do Rio São Francisco, e tantos outros investimentos do Lula presidente.

Se na música do Rei do Baião ele pede que o “Sr. réporter vá anotando pra botar no seu jornal que meu Nordeste está mudado, publique isso pra ficar documentado”, então agora, no ano de 2010, após mais de 30 anos do pedido de Luiz Gonzaga, mesmo eu não sendo repórter, deixo anotado, publicado e documentado que o Nordeste do Lula presidente está muito mais mudado, sim, senhor.

Texto nosso publicado inicialmente no ExpressoPB

Eleições do “tudo junto e misturado”: quem apoia quem em Belém da Paraíba?

O pequeno município de Belém – minha cidade natal - localizado no Agreste da Paraíba, particularmente no entorno da região conhecida como Brejo paraibano, está vivenciando uma das eleições mais “ecléticas” em relação aos apoios políticos, poderíamos dizer ainda a eleição do “tudo junto e misturado”.

Belém tem uma população entre 18 e 19 mil habitantes – espera-se o resultado do novo censo do IBGE – e, segundo os recentes dados divulgados pelo TSE, tem exatos 13.196 eleitores, os quais serão “fatiados” entre dezenas de candidatos. Para a democracia isso deve ser bom, mas há quem diga que isso seria um “excesso de democracia”. Será?

Por isso, vamos mostrar um pouco do atual contexto político local, e de quem apoia quem por essas bandas, deixando a conclusão, ou conclusões, para os nossos leitores.

Começando pelo PMDB... Desde que rompeu com o grupo político do ex-prefeito Tarcísio Marcelo, o prefeito peemedebista Roberto Flávio vem apoiando os candidatos do partido, a exemplo do dep. estadual e candidato a reeleição Gervásio Maia (PMDB). Neste ano, com a candidatura de Wilson Santiago (PMDB) ao Senado, Roberto declarou apoio ao Wilson Filho (PMDB) para dep. federal.

Já o outro grupo peemedebista, liderado pela família Macedo, apoia a deputada estadual Olenka Maranhão (PMDB) e o candidato a dep. federal Benjamin Maranhão (PMDB).

Benjamin Maranhão que também é apoiado pelo grupo da vereadora Betânia Barros (PC do B), que apoia oficialmente o candidato a dep. estadual Simão Almeida (PC do B). Porém, nesse mesmo grupo teve gente que já declarou apoio ao dep. estadual Ricardo Marcelo (PSDB).

O tucano Ricardo Marcelo (PSDB), que disputa a reeleição, recebe ainda o apoio de seu irmão e ex-prefeito de Belém Tarcísio Marcelo, que é filiado ao PSB, partido do atual vice-prefeito Edgar Gama, o qual está apoiando os candidatos peemedebistas do prefeito Roberto, rival político de TM. Ricardo Marcelo, recentemente, também recebeu o apoio do suplente de vereador do PMDB, José Vicente.

Ainda no PMDB, outros candidatos do partido que receberam apoios por aqui foram o dep. estadual Ranieri Paulino e o candidato a dep. federal, ex-governador da Paraíba e pai de Ranieri, Roberto Paulino, os quais são apoiados por um pequeno grupo liderado pelo ex-candidato a vereador conhecido por “Xuxa”, e o jovem Petrúcio, dono de um pequeno estabelecimento de materiais de construção.

No PT, a situação não é diferente, o grupo da atual presidente Marleide declarou apoio ao candidato a dep. estadual Frei Anastácio, e ao candidato a dep. federal Jeová Campos. Já o Toinho da CUT, apoia o petista Marenilson para dep. estadual e Luiz Couto para dep. federal. Luiz Couto que também recebe o apoio do suplente de vereador Marcelo do PT, que apoia Gervásio Maia (PMDB) para deputado estadual.

Contudo, há quem diga que, do grupo da atual presidente do PT poderá sair alguns votos para o candidato a deputado estadual Zé Ronaldo, do PSDC. Zé Ronaldo (PSDC), que está fazendo uma intensa campanha na cidade de Belém, fez uma dobradinha com o candidato a dep. federal Clerot (PMDB).

Já o professor Hidalberto, que concorreu por duas vezes o cargo de prefeito de Belém, declarou apoio à candidatura da ex-prefeita de Guarabira e esposa do atual dep. estadual Zenóbio Toscano (PSDB), Léa Toscano (PSB), que disputa uma vaga na Assembléia Legislativa da Paraíba, visando substituir o esposo que desistiu de pleitear novamente a vaga. Léa Toscano é filiada no mesmo partido de Edgar Gama e de Tarcísio Marcelo, o Partido Socialista Brasileiro.

Ainda tem os candidatos a deputado estadual Zil (PRTB), apoiado, pelo que sabemos até agora, pelo chamado G3, no qual tem representantes do PSOL, partido ainda não oficializado no município, e o Dr. Aníbal, que recebe o apoio de várias pessoas como, por exemplo, a conselheira tutelar Mara.

Ufa! Tentei resumir ao máximo este comentário sobre a conjuntura política belenense nestas eleições. Se, se faltaram outros nomes de candidatos ou apoiadores, por favor, algum leitor nos informe.

domingo, 29 de agosto de 2010

Nordeste dita a tendência do eleitor na sucessão 2010 no Brasil

Por José Roberto de Toledo/Estadão

As tendências costumam partir dos centros em direção à periferia. É assim no vestuário, na tecnologia, no design. O que é moda em Milão hoje, será moda em São Paulo amanhã, e em Xiririca da Serra no dia seguinte. E na hora de votar? Onde fica o centro e quem está na periferia?

Na eleição 2010, quem dita a tendência é o Nordeste. Quando José Serra (PSDB) ainda liderava sozinho as pesquisas sobre a sucessão presidencial, os eleitores nordestinos já preferiam Dilma Rousseff (PT). À época, era comum atribuir esse comportamento ao assistencialismo do governo Lula na região.

O tempo mostrou que essa explicação é reducionista e insuficiente. Reducionista porque desde sempre a preferência por Dilma incluiu os nordestino ricos e pobres, escolarizados ou não, com e sem bolsa federal. E insuficiente porque ela não explica o fato de essa tendência ter extrapolado as fronteiras do Nordeste.

A mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo dá pistas importantes para se entender melhor o porquê de a “onda vermelha” ter se espalhado de lá para o Norte/Centro-Oeste, para o Rio de Janeiro, depois para Minas Gerais, para São Paulo e finalmente chegar ao Sul do Brasil.

Tudo aponta para a ideia da continuidade. Mas por que o eleitor quer mais do mesmo, em vez de variar um pouco? A fila andou e incluiu dezenas de milhões no mundo do consumo. Mas, tão importante quanto, os eleitores avaliam que ela continua andando. Principalmente no Nordeste.

Na era Fernando Henrique, o controle da inflação trouxe estabilidade e evitou a corrosão da renda de praticamente todos os brasileiros. O efeito lhe rendeu duas eleições presidenciais, mas acabou se esgotando. A economia voltou à letargia. Após oito anos, o eleitor preferiu a ruptura à continuidade.

As políticas sociais e de crédito massificados no governo Lula dão a impressão de que o movimento de inclusão é persistente. Coincidência ou não, o ritmo da economia como um todo se acelerou. Ao gosto nordestino, saiu de um arrastado bolero para um rápido xote.

Na semana passada, o CEO de um dos maiores bancos brasileiros exortava, em um seminário para os principais executivos da instituição: “Precisamos olhar para o Nordeste. O crescimento lá é mais rápido. É onde estão as oportunidades”.

Como exemplo, ele contou a história de um dono de supermercado no Piauí que montou 60 lojas, comprou 300 caminhões e fundou sua própria construtora para garantir a expansão da rede. Tudo nos últimos anos. É um novo mercado se formando. Novos atores emergindo.

Esse movimento foi traduzido pelo marqueteiro João Santana no “seguir mudando”, o mote e o xote da campanha de Dilma. É o gerúndio no poder, mas parece ser também o ritmo da eleição. Como diriam em Milão, o Nordeste é “trendsetter”.

Grupos de Extermínio na Paraíba: Luiz Couto afirma que “Operação Águas Limpas” falta pegar gente graúda


O deputado federal Luiz Couto (PT) dará entrevista nesta segunda-feira (30) para comentar a “Operação Águas Limpas”, que prendeu 18 pessoas envolvidas em Grupos de Extermínio no Estado.

De acordo com informações da Assessoria de Imprensa do deputado, ele quer confrontar os dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública com a relação que ele tem e que vem denunciando há anos às autoridades.

Segundo o parlamentar, “na relação de prisão apresentada pela Imprensa, ainda falta muita gente, principalmente gente graúda”.

O deputado Luiz Couto desde o seu primeiro mandato de deputado estadual vem denunciando a existência de Grupos de Extermínio no Estado. Como deputado federal, foi relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apurou a existência dos Grupos de Extermínio e Pistolagem no Nordeste, em 2005.

Por causa dessas atividades ele perdeu sua liberdade, não podendo mais se locomover para parte alguma sem a segurança de Policiais Federais.
.
Fonte: Portal Correio com Ascom do Deputado Luiz Couto.

sábado, 28 de agosto de 2010

Ibope: Dilma lidera em todo o país


Do Blog Tijolaço - Brizola Neto

Como prometi mais cedo, posto os gráficos da pesquisa Ibope/Estadão, já que o jornal paulista não os colocou na sua edição online e quero dar minha modesta ajudinha para que o Jornal Nacional também os mostre na televisão, hoje à noite. A simples visão das linhas de desempenho dos candidatos mostra que, sem fatos poderosíssimos – e não apenas com umas armaçõezinhas de mídia – há uma tendência irresistível a que a diferença se amplie ainda mais. Se o argumento é o de que a TV e a identificação de Dilma como a candidata de Lula são as razões da subida, sabendo que 43% ainda não viram os programas eleitorais e ainda 12% não a identificam como a candidata de Lula, que não venham com “jeitinhos” para segurar o despencar do Serra.



Polícia Federal investigará compra de votos na região do Brejo paraibano

Do Jornal O Norte

A população do Brejo paraibano vai se deparar com uma situação inusitada na próxima semana: uma equipe da Polícia Federal vai estar a cada dia em uma cidade para colher diretamente com os eleitores denúncias de compra de voto. De acordo com o delegado da PF, Derly Brasileiro, o grupo vai investigar todos os casos apresentados.

Brasileiro reforçou que durante a ação haverá a visita aos juízes e promotores eleitorais, para saber das particularidades da disputa em cada uma das cidades. "O que temos percebido, neste ano, é que o volume de denúncias de compra de voto tem diminuído, apesar dos rumores de que o crime vem acontecendo", disse.

As denúncias de compra de voto no estado, lembra Derly, vêm se avolumando à medida em que se aproxima o dia das eleições, porém, elas não estão sendo formalizadas junto à Justiça Eleitoral e à PF. Brasileiro lembrou, inclusive, as denúncias de malas pretas cheias de dinheiro feitas pelos deputados Jeová Campos (PT) e João Gonçalves (PSDB), que, apesar do discurso, ainda não apresentaram qualquer prova.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, as denúncias apresentadas até agora, aparentemente, têm sido encaminhadas atendendo ao interesse de políticos adversários do autor da acusação. "São denúncias apresentadas por terceiros, mas com claro objetivo eleitoral", ressaltou, lembrando que nenhuma delas teve a veracidade constatada.

Postado no PolíticaPB

O que está havendo na Colômbia?

Do Nassif Online
Tomás Rosa Bueno

Algo muito estranho está acontecendo na Colômbia. Depois da derradeira bufonaria uribiana, "acusando" a Venezuela de abrigar guerrilheiros colombianos no seu território - à qual aderiram alegre e entusiasticamente os americanos e os nossos bufões tupiniquins -, o presidente recém-empossado parece estar operando uma reviravolta total nas relações da Colômbia com os EUA, com as FARC, com os vizinhos e especialmente com o Brasil e a Venezuela.

Nem bem tomou posse, o novo presidente declarou que a sua prioridade era normalizar as relações com a Colômbia, parou de falar em guerrilheiros em território venezuelano e aceitou a mediação da Unasul no conflito com o vizinho, encontrando-se com o presidente venezuelano na cidade venezuelana onde nasceu o Simón Bolívar e trocando rasgados elogios com o principal inimigo do seu antecessor. Em seguida, declarou-se disposto a abrir negociações com as FARC - coisa que o Uribe se negava a fazer - e, logo de um atentado à bomba que matou nove pessoas e foi atribuído às FARC pelos suspeitos de sempre, o líder do partido do governo no congresso colombiano acusou a extrema-direita e os paramilitares de serem os autores do massacre, numa tentativa de sabotar o diálogo com a guerrilha.

Como se não bastasse, a Corte Constitucional colombiana declarou inconstitucional o acordo militar Colombia-EUA que permitia aos americanos usar sete bases em território colombiano para atividades nunca esclarecidas, e o Juan Manuel Santos, em vez de protestar e defender a validade do acordo, declarou que o vai encaminhar ao congresso para discussão aberta, durante a qual todos os termos do acordo que tanta celeuma causou na América Latina e principalmente com a Venezuela serão discutidos; isto efetivamente liquida o acordo atual, que deixa de ter validade até ser votado, e elimina toda possibilidade de cláusulas secretas em qualquer eventual acordo no futuro.

Ontem, rompendo uma tradição que já se tornara quase parte do protocolo oficial, declarou que a sua primeira viagem internacional como presidente será ao Brasil, e não aos Estados Unidos. E anunciou ao mesmo tempo que receberá o presidente Chávez da Venezuela em Bogotá na próxima terça-feira, em visita oficial.

Finalmente, hoje, depois de cinco dias de negociações bilaterais frenéticas entre a Venezuela e a Colômbia, os chanceleres dos dois países anunciaram um pacote de quinze medidas de normalização das relações que inclui, entre outras coisas impensáveis há dez dias, operações conjuntas da Colômbia e da Venezuela contra a guerrilha e os paramilitares na zona fronteiriça.

Não tenho elementos para formar uma opinião definitiva sobre os motivos e as reais intenções do Juan Manuel Santos. Porém, se a tendência indicada nas suas primeiras ações de governo se confirmar e se consolidar, podemos estar assistindo ao início da pacificação da Colômbia e das suas relações com a América Latina, trazendo esse grande país ao convívio pacífico e frutífero com a comunidade das nações sul-americanas.
_____________________

PITACO DO ContrapontoPIG

Será que o sonho de ver Colômbia e Venezuela em paz vai se realizar?

Será que nós, sulamericanos, podemos pensar numa verdadeira integração ?

Vamos esperar os próximos passos, principalmente dos EUA.

Getúlio e Lula: o mesmo combate

Emir Sader*
.
Há pouco mais de meio século – em 1954 -, em um dia 24 de agosto, morria Getúlio Vargas, o mais importante personagem da história brasileira no século passado. Ele havia sido antecedido na presidência do país por Washington Luis (como FHC, carioca recrutado pela elite paulista), que se notabilizou pela afirmação de que “A questão social é questão de polícia”, que erigiu como brasão de seu governo, produto da aliança “café com leite”, das elites paulista e mineira (essa que FHC queria reviver).

Getúlio liderou o processo popular mais importante do século passado no Brasil, dando inicio à construção do Estado nacional, rompendo com o Estado das oligarquias regionais primário-exportadoras, e começando a imprimir um caráter popular e nacional ao Estado brasileiro.

Um país que tinha tido escravidão até pouco mais de 4 décadas – o ultimo a terminar com a escravidão nas Américas - , que significava que o trabalho era atividade reservada a “raças inferiores”, passava a ter um presidente que interpelava os brasileiros no seu discurso com “Trabalhadores do Brasil”. Fundou o Ministério do Trabalho, deu inicio à Previdência Social, fazendo com que a questão social passasse de “questão de policiai”, a responsabilidade do Estado.

Começou a aparelhar o Estado para ser instrumento fundamental na indução do crescimento econômico que, junto às políticas de industrialização substitutiva de importações, deu inicio ao mais longo ciclo de expansão da história do Brasil. Promoveu a expansão da classe operária, criou as carreiras públicas no Estado, impulsionou a construção de um projeto nacional, de uma ideologia da soberania nacional, organizou um bloco de forças que levou a cabo o processo de industrialização, de urbanização, de modernização do Brasil.

Getúlio pagou com sua vida a audácia da fundação da Petrobrás, no seu segundo mandato. Foi vítima dos tucanos da época, com o corvo mor Carlos Lacerda como golpista de plantão. Tal como agora, detestavam tudo o que tivesse que ver com o povo, com nação, com Estado. Resistiram à campanha “O petróleo é nosso”, como entreguistas e representantes do império norteamericano aqui. A direita nunca perdoou Getúlio.

Os corvos daquela época – tal como os de hoje – desapareceram na poeira do tempo. Seu continuador, FHC, afirmou que ia “virar a página do getulismo”, porque sabia que o neoliberalismo seria incompatível com o Estado herdado do Getúlio. Fracassou seu governo e o projeto de Estado mínimo dos tucanos.

A figura de Getúlio permanece como referência central do povo brasileiro e se revigora com o governo Lula. Com a consolidação da Petrobrás, com a retomada do papel do Estado indutor do desenvolvimento econômico, da afirmação dos direitos sociais dos trabalhadores e da massa da população.

São Paulo, que promoveu uma tentativa de derrubada do Getúlio em 1932 – movimento caracterizado por Lula como uma tentativa de golpe -, promove Washington Luis e o 9 de Julho (de 1932), com nomes de avenidas, estradas e ruas, mas não tem nenhum espaço público importante com o nome do Getúlio. Não por acaso São Paulo representa hoje o ultimo grande bastião da direita, das forças e do pensamento conservador, no Brasil.

Getúlio foi um divisor de águas na história brasileira, como hoje é Lula. Diga-me o que pensa de Getúlio e de Lula e eu te direi quem você é politicamente. O dia 24 de agosto encontra o Brasil reencontrado com o Estado nacional, democrático e popular, com a soberania na política externa, com o regaste do mundo do trabalho, com mais uma derrota da direita. O fio condutor da história brasileira passa pelos caminhos abertos e trilhados por Getúlio e por Lula.

*Emir Sader. Sociólogo e cientista político

Postado no Blog do Emir

Globo ataca Cristina Kirchner e apoia os jornais Clarín e La Nación, denunciados por compra ilegal de empresa de papel através da ditadura militar

Do Escrevinhador – Rodrigo Viana

Cristina Kirchner ataca de frente; Lula bate de leve
.

Cristina Kirchner subiu o tom contra a velha mídia argentina. Não se trata de guerra verbal, mas de ação concreta: a presidenta da Argentina pede a investigação sobre a compra da “Papel Prensa” (principal grupo fornecedor de papel na Argentina) por grupos midiáticos daquele país.

É fácil entender que Cristina tem ótimos argumentos. Em 1976, a “Papel Prensa” foi comprada pelo “Clarin”, o “La Nacion” – os dois maiores jornais argentinos – além de um terceiro diário já extinto. Não foi uma compra normal. A família que controlava a empresa relata que vendeu as ações para os jornais, por um preço muito inferior ao de mercado, porque estava sob pressão da ditadura militar argentina.

Sobre o caso, o jornal “O Globo” (que entende de ditadura como nenhum outro, talvez só com a concorrência da “Folha”) dá uma manchete mentirosa: “Cristina usa ditadura para controlar jornais”. Primeiro, o título dá a entender que Cristina usa métodos ditatoriais. Não é verdade. Ela propõe uma investigação justa, sobre uma transação nebulosa, feita às sombras (aí, sim) da ditadura argentina. Em segundo lugar, não há na ação nada que aponte para o controle dos jornais.
Cristina não fala em fechar jornais, em intimidar jornais, em censurar. Nada disso.

“O Globo”, sim, apoiou um regime que fechou jornais, censurou, prendeu e torturou. “O Globo” tem o telhado de vidro, porque cresceu na estufa da ditadura brasileira. Por isso, ataca Cristina Kirchner. “O Globo” também tem medo de ser investigado.

Lula – até agora, durante 8 anos de governo - abdicara do confronto aberto, preferindo uma dança mais sutil: pequenas escaramuças verbais, uma ou outra farpa lançada na direção da velha (e golpista) mídia brasileira.

Na campanha, Lula parece ter mudado. Será que foram os ataques a Dilma no “JN” da Globo? Ou as perguntas sob encomenda (feitas por tucanos enrustidos) no debate da “Folha”/UOL?

Não se sabe o que foi. Mas Lula resolveu bater. Relembrou a história de 2002, quando o garotão que dirige (?) a “Folha” tentou atacá-lo de forma deselegante durante almoço na sede do jornal. O garotão da “Folha” achava que – por não falar inglês – Lula não pudesse governar o Brasil. No discurso, terça, em Campo Grande, Lula contou a história. E disse mais: “vou terminar meu mandato sem precisar ter almoçado com nenhum jornal, com nenhuma televisão”.

Na Venezuela, Chavez já tinha percebido que a batalha da mídia é a “mãe de todas as batalhas” (isso ficou muito claro depois do golpe de 2002, em que Chavez foi tirado do poder com apoio explícito das TVs e jornais).

Na Argentina, Cristina também já percebeu a importância dessa batalha, e aceitou o combate aberto – com a “Ley de Medios” e a guerra do papel.

Aqui no Brasil, ainda estamos nas escaramuças. Mas o partido comandado formalmente por Dona Judith (a presidenta da Associação Nacional dos Jornais/ANJ declarou que a imprensa é a “verdadeira oposição” no Brasil) não dará tréguas a Dilma num provável governo da petista.

Por isso, aqui também caminharemos para combates cada vez mais abertos. Esse clima não é bom para a democracia, não foi esse o caminho escolhido por Lula e a esquerda – que isso fique bem claro. Mas deixar de travar o bom combate, diante de tantos ataques, seria suicídio.

Lula e Dilma já mostraram que não são suicidas. E parecem dispostos a encarar a mãe de todas as batalhas.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ibope espetacular: José Maranhão sobe 10 pontos em uma semana; Cássio e Vitalzinho lideram para o Senado


De acordo com a nova pesquisa Ibope/Tv Cabo Branco/Globo, o atual Governador da Paraíba, José Maranhão (PMDB), abriu 22 pontos percentuais a frente de Ricardo Coutinho (PSB). Maranhão tem 53% contra 31% de Ricardo.

A vantagem de José Maranhão sobre Ricardo Coutinho passou de 12%, na pesquisa do Instituto Índice divulgada no início dessa semana, para 22% na pesquisa do Ibope divulgada no final dessa mesma semana. Mantida essa vantagem, Zé Maranhão seria eleito ainda no 1º turno.

Já para o Senado, os campinenses Cássio Cunha Lima (PSDB) e Vitalzinho (PMDB) lideram nas intenções de voto. CCL tem 46% e Vitalzinho ficou com 29%, ultrapassando o nacionalmente conhecido Efraim Moraes do DEM.

O Ibope ouviu 1.204 eleitores paraibanos entre a última quarta-feira (25) e hoje (27). A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no TRE-PB sob o número 26522/2010, e no TSE sob o número 25670/2010.

Ministro do TSE “joga balde de água fria” em Serra e diz que Campanha de Dilma não tem motivos para criar dossiês. Folha manipula fala do Ministro


Segundo o Ministro do TSE Marco Aurélio de Mello, a campanha de Dilma não precisa de Dossiês por estar em situação confortável nas pesquisas

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marco Aurélio Mello, tratou de desqualificar a tese oposicionista de quebra de sigilo e vazamento de dossiê. A Folha de São Paulo o procurou numa clara tentativa de usar a fala do ministro para legitimar a "denúncia" da oposição. Mas Mello não correspondeu às expectativas. Ele afirmou que a quebra de sigilo fiscal de adversários políticos é "golpe baixo", algo que, segundo ele, "não há espaço no campo eleitoral". E emendou: "Eles (a campanha de Dilma) não precisam disso. Parecem estar em situação confortável". Apesar da declaração, a Folha editou a entrevista dando a entender que Mello acusou os petistas de "golpe baixo.

Postado no blog Oni Presente

Em tempo: Veja como a Folha de São Paulo e o Portal G1 da Globo manipulam a informação, e compare com o destaque do jornal Estadão. As matérias foram publicadas hoje (27).

Na Folha e no G1: Corregedoria da Receita vê indício de balcão de venda de informações sigilosas: http://bit.ly/a9srOE
http://migre.me/18lb5
.
No Estadão: Receita descarta interesse político na atuação de servidoras http://ow.ly/2vNNC

Sete municípios paraibanos estão incluídos na primeira fase do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) do Governo Lula

Lisiane Wandscheer
Repórter da Agência Brasil

Brasília - O presidente da Telebras, Rogério Santana, anunciou ontem (26), no encerramento do Fórum Brasil Conectado, a relação das cem cidades que terão acesso à internet rápida até o final de 2010. No total, nesta primeira fase, serão atingidas mais de 14 milhões de pessoas.


O valor cobrado pelo uso da internet rápida será de R$ 35 ao mês, com a possibilidade de haver redução [podendo chegar a R$ 15]. A velocidade mínima disponível será de 512 kbps. Segundo Rogério Santana a previsão para 2011 é de que mais 1.063 cidades serão atendidas e até o final de 2014 o processo será concluído em todo o país.

Entre os critérios para a definição das cidades estão a existência de redes de fibra ótica, a proximidade de até 50 km com os POPs (pontos de presença), municípios com menor densidade de banda larga e com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), áreas urbanas pobres e densamente povoadas, além de áreas rurais e regiões remotas.

No Estado da Paraíba, foram escolhidos, nessa primeira fase, os seguintes municípios: Campina Grande, Campo de Santana, Araruna, Riachão, Dona Inês, Bananeiras e Duas Estradas.

Descontrole total do tucano: José Serra manda espalhar na internet o boato de que Dilma não pode entrar nos EUA


Washington (EUA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, cumprimenta a então Ministra Dilma Rousseff durante encontro na Casa Branca.
.
O pessoal do punhadinho que faz a campanha do candidato José Serra, arrumou um novo boato para espalhar na internet. Agora circulam e-mails afirmando que Dilma está proibida de entrar nos Estados Unidos e em mais 11 países por conta do sequestro do embaixador norte-americano Charles Elbrick, em setembro de 1969. É MENTIRA! Puro desespero do covardão José Serra, de onde parte a ordem para baixaria.

A candidata Dilma "jamais teve qualquer ligação com sequestros, assaltos a bancos ou ações armadas. Portanto, não existe razão para ter visto negado nos Estados Unidos ou em quaisquer outros países".

Dilma esteve recentemente nos Estados Unidos e que em 2009 falou diretamente com o presidente Barack Obama (foto). Leia aqui no blog na nossa matéria de 2009.
.
Por favor, queridos leitores, repassem para todos seus amigos na sua lista de emails. Vamos juntos desmascarar mais uma mentira de José Serra.
.
Do blog Os Amigos do Presidente Lula

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Datafolha não consegue mais esconder:DILMA vence Serra em todas as regiões do Brasil e já ultrapassa o tucano em São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná

Confira os dados da pesquisa DataSerra, ops!, Datafolha divulgada nesta quinta-feira (26):

No Brasil

Dilma 49%
Serra 29%
Marina 9%

Região Norte/Centro-Oeste

Dilma 50%
Serra 29%
Marina 8%

Região Nordeste

Dilma 60%
Serra 21%
Marina 6%

Região Sudeste

Dilma 44%
Serra 32%
Marina 11%

Região Sul

Dilma 43%
Serra 36%
Marina 7%

Alguns dos Estados com maior número de eleitores:

São Paulo: Dilma 41%; Serra 36%;

Rio de Janeiro: Dilma 46%; Serra 23%;
.
Minas Gerais: Dilma 48%; Serra 29%;

Rio Grande do Sul: Dilma 43%; Serra 39%;
.
Paraná: Dilma 43%; Serra 34%;

Bahia: Dilma 60%; Serra 22%;
.
Pernambuco: Dilma 62%; Serra 21%.

Foram ouvidos 10.948 eleitores em 385 municípios entre os dias 23 e 24 deste mês. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número 25.473/2010. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Acusada de falsificar documentos, Rede Globo tem contrato suspeito validado pela Justiça

Por unanimidade, a 4ª Turma do STJ, acompanhando voto do ministro João Otávio de Noronha, segundo o site daquele tribunal, validou o contrato de venda de 15.099 ações da Rádio Televisão Paulista S/A, (depois TV Globo de São Paulo), no valor total de Cr$ 60.396,00 (o equivalente a APENAS 35 DÓLARES), a Roberto Marinho, conforme suposto recibo de pagamento datado de 5 de dezembro de 1964 e reiterado em 23 de julho de 1975, referente a 52% por cento do capital social inicial daquela sociedade anônima.

Com esse argumento que chega a ser RIDÍCULO (acreditar que alguém comprou uma emissora de TV na maior cidade do país por 35 DÓLARES), o Superior Tribunal de Justiça negou provimento ao recurso especial interposto pelos herdeiros dos antigos acionistas da TV contra acórdão do Tribunal de Justiça do Rio que declarara prescrita a AÇÃO DECLARATÓRIA de Inexistência de Ato Jurídico ajuizada em 2001, que havia sido EQUIVOCADAMENTE julgada como se fosse AÇÃO ANULATÓRIA.

Na matéria que publiquei dia 19, analisando as possibilidades desse importante julgamento, registrei que, segundo o resultado, saberíamos “se ainda há juízes em Berlim”, perdão, em Brasília. E pelo visto, não há, ou é coisa rara, muito rara.

Segundo o site do STJ, a TV Globo argumentou que os atos cometidos por Roberto Marinho (procurações falsificadas, contrato nulo de compra e venda, e “montagem” de assembleias gerais extraordinárias) NÃO FERIRAM A LEI, alegando que “os mandatos outorgados a Oswaldo Junqueira Ortiz Monteiro (pelos acionistas parentes e falecidos Hernani Junqueira, Manoel Vicente da Costa e Manoel Bento da Costa) foram em causa própria e, por isso, não se extinguem com a morte das partes”.

PS5 - [Porém] Os advogados da Globo, ao contrário do que se pensa, saíram apreensivos do julgamento no STF. A versão considerada como “ato jurídico perfeito” pelos “ministros” na verdade é prejudicial a TV Globo, porque a concessão foi outorgada a Roberto Marinho mediante o contrato (sem valor) com Victor Costa Jr, e não houve anexação de nenhum recibo assinado por Ortiz Monteiro.

PS6 – Ainda há um longo caminho jurídico a percorrer, já que o “acórdão” do STJ, sem dúvida, sairá repleto de inconstitucionalidades, a começar pela mudança de AÇÃO DECLARATÓRIA para AÇÃO ANULATÓRIA.

PS6 – É uma novela eletrizante. Aguardem os próximos capítulos, perdão, comentários. E já que a decisão do STJ deu realce especial ao trabalho da perita, que validou os documentos tidos como falsos, logo logo, vamos voltar especificamente a esse tema.

Trechos copiados do Tribuna da Imprensa

Baixaria contra Dilma continua: Tesoureiro de Marina Silva tem CPF usado indevidamente para criar site ofensivo contra Dilma

O site que estava sendo utilizado para fazer propaganda contra Dilma Rousseff, candidata do PT à presidência, e outros membros de seu partido, foi suspenso a pedido do tesoureiro de campanha de Marina Silva, candidata do PV à presidência, pelo ministro Joelson Dias, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O tesoureiro de Marina ajuizou representação no TSE, com pedido de liminar, alegando que descobriu por meio do Comitê Gestor da Internet no Brasil, de que seu nome e CPF teriam sido usados por outra pessoa para registrar um domínio na rede mundial de computadores para veiculação de propaganda que ele considera "ilícita e degradante" contra Dilma Rousseff, o que violaria a Lei das Eleições.

Além de pedir a retirada do site questionado do ar, o tesoureiro do PV, que afirma não ser autor da página, pede que seja aplicada a multa sobre propaganda eleitoral, que pode ir de R$ 5.000 a R$ 30 mil. E ainda que seja instaurado um inquérito policial, "diante dos manifestos indícios de práticas criminosas".

O ministro concluiu que a suspensão do site deve ser imediata, pelo menos até que o provedor onde ele está armazenado informe sobre seu autor ou que o próprio responsável se apresente. Advinhe se puder quem foi que fez o site... A Folha tucana (Folha de São Paulo) não disse o nome da página.
.

Discurso histórico de Lula. Este país não era para nós

Desculpem a demora em postar, mas precisava acabar de editar um trecho do discurso feito por Lula ontem em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Creio que o trecho que selecionei é um dos grandes momentos da história das lutas sociais do povo brasileiro. Curiosamente, foi pronunciado no dia de aniversário da morte de Vargas, o primeiro governante brasileiro que passou a considerar o povo brasileiro personagem de nossa História. O discurso de Lula mostra que, 56 anos depois, o povo brasileiro está às portas de ser, definitiva e irrevogavelmente, protagonista da História brasileira.

Assista o vídeo e divulgue. É uma lição para todos nós, uma fogueira em nossos corações, um desempenar de nossas colunas vertebrais, Um levantar de rosto, confiante, seguro, daqueles que portam uma certeza invencível, uma convicção invulnerável, uma esperança que não se apagará.

Viva o povo brasileiro!

Copiado do blog Tijolaço

Centro de Humanidades da UEPB promoverá seminário “Pelo Direito à Terra e à Soberania Alimentar” em Guarabira-PB

O Centro de Humanidades (CH) da UEPB, em Guarabira, promoverá o Seminário Diocesano sobre o Plebiscito Popular pelo limite da propriedade da terra, em parceria com a Diocese daquele município. O evento acontecerá nesta quinta-feira (26), a partir das 8h, no Auditório do CH, sob a temática “Pelo Direito à Terra e à Soberania Alimentar”. O Seminário busca discutir com os mais diversos segmentos da sociedade civil o tópico da propriedade rural, tendo em vista, igualmente, que haverá um plebiscito entre os dias 01 e 07 de setembro, organizado pela Diocese de Guarabira através das Pastorais Sociais.

Consta na programação, a presença do bispo diocesano Dom Lucena, Monsenhor Luis Pescarmona e da comunidade quilombola Caiana dos Crioulos, advinda da cidade de Alagoa Grande (PB). O professor e diretor do CH, Belarmino Mariano Neto e a coordenação estadual da Comissão Pastoral da Terra - que abordará o tema “Limite da propriedade da terra: um direito do povo, um dever do Estado” - também estarão presentes.

O Centro de Referência em Direitos Humanos do Agreste da Paraíba (CRDHA/PB) está contribuindo com o evento, bem como com promoção e defesa dos Direitos Humanos. Implementado no Centro de Humanidades em Guarabira, em março de 2010, o CRDHA funciona graças a uma parceria entre a UEPB e a Secretaria Especial de Direitos Humanos.

O objetivo geral do projeto compreende a instalação de um Núcleo Fixo de atendimento na cidade de Guarabira e o desenvolvimento de ações itinerantes através de quatro núcleos móveis. Os objetivos específicos envolvem o atendimento a cerca de 6 mil pessoas no período de execução do projeto; prestação de assistência jurídica nos casos necessários, priorizando a mediação; orientação de cidadãos sobre seus direitos; e construção de uma Rede de Direitos Humanos no Agreste da Paraíba.

Juliana Rosas

Coluna de Hildegard Angel no Jornal do Brasil: "Uma passeata, para ser eficiente, tem que ser legítima"

EM BOA hora, os humoristas saíram em passeata na Praia de Copacabana para protestar contra a impossibilidade de se fazer piadas políticas em época de eleição. A política, como sabemos, é o filé mignon do humor de qualidade… MAS ESSE protesto oportuno se descaracteriza e fica comprometido quando dá a entender que a censura se deve ao governo. Não é verdade… A LEI das Eleições, 9.504, data de 1997 e, na minirreforma, ganhou penduricalhos que a “turbinaram”, com substitutivos e emendas no que diz respeito ao humor, cujos autores têm nome: são os deputados, do PCdoB, Flávio Dino, candidato a governador do Maranhão, e Manuela D’ÁvilaPARA ESSA minirreforma ser aprovada no Plenário da Câmara, os deputados votaram. O TSE apenas cumpre o que está escrito… ENTÃO, NÃO É Lula, não é Dilma, não é o ministro Lewandowski nem é o Franklin Martins (conforme menção leviana de um dos humoristas desfilantes). São os nossos congressistas!… E ISSO os humoristas da passeata não disseram, não dizem, muito pelo contrário, querem deixar no ar a ideia de que o governo brasileiro cerceia a atividade do humor… ESSA ATITUDE dúbia, manipuladora, só tira a legitimidade de uma causa que é boa, reduzindo-a a mero instrumento de campanha da oposição… SE NO Brasil de hoje houvesse censura ao humor, nós não teríamos visto, como vimos, no CQC da última segunda-feira, um humorista dizer que o Eike Batista “faturou” a dona Marisa Lula da Silva, nem o humorista ao lado acrescentar que “dona Marisa vai fazer uma coleira com o nome Eike escrito”… ELES SE referiam à atitude descontraída, perfeitamente natural, de ambos, durante um leilão beneficente que o programa acabara de exibir… FOSSE UMA ditadura com censura, como a que já tivemos, na mesma hora os estúdios da Band seriam invadidos por um batalhão militar, Marcelo Tas e seus humoristas seriam presos, colocados no pau de arara, teriam a pele esfolada, a unha arrancada, o olho furado e, se dessem sorte, seriam devolvidos depois pra casa com uma coleira de pregos no pescoço… MAS O mais provável é que virassem “comida pra peixe”, como se fazia na época. E eu não estou fantasiando. Vi e vivi este filme nos anos 70 no Brasil… POR ISSO, senhores humoristas, façam seus protestos, sim, mas com legitimidade, pra não serem rotulados de humoristas “festivos”, como se usava dizer naquela época negra… OUTRA COISA que está muito na moda dizer, na linha dessa “campanha do medo”, é que há censura em nossa imprensa… NUNCA ANTES neste país se espinafrou tanto (pra não usar outra palavra) um presidente, sua família, seus ministros e aliados como nesta era Lula. E com total liberdade… JAMAIS OUVI, por exemplo, em época anterior, num programa de TV, um comentário tão constrangedor como esse do CQC em relação a uma primeira-dama. E não me venham aqui criticá-la, porque ela se dá ao respeito, sim!… NOS ANOS FHC, jamais a imprensa tocou no assunto do filho criança do presidente com uma jornalista, morando ambos num conveniente endereço bem longe, em Barcelona, na Espanha… ESSE SILÊNCIO da imprensa não era apenas uma delicadeza com a primeira-dama. Era também o receio de possíveis retaliações comerciais, judiciais, Lei dos Danos Morais etc e tal. Medo que, curiosamente, este atual governo não inspira a jornalista algum. Agora, me digam: onde está a tão proclamada “censura”?…
.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Belém sediará a 2ª etapa do Campeonato Paraibano de Mountain Bike 2010

Será realizada na cidade de Belém, no brejo paraibano, em comemoração a emancipação político-administrativa do município, a 2ª etapa do Campeonato Paraibano de Mountain Bike, evento este que ocorrerá no dia 04 de setembro, com largada às 14 h em frente à sede do município (prefeitura), passando por vários pontos da zona rural, com prioridade pelos caminhos dos antigos engenhos e chegada na avenida principal da cidade.

O percurso tem aproximadamente 45km, em estradão, com subidas e descidas, retas e trilhas com muito verde. A competição será acompanhada pelos árbitros da Federação Paraibana de Ciclismo em parceria com a Associação Belenense de Ciclismo.
.
Mais informações em:
.

Fonte: Secom/PMB

Pega na mentira: através de computação gráfica, Serra inventa aqueduto no Nordeste durante propaganda eleitoral. Que vergonha!

Mais mentira de Serra: ele inventa que fez um aqueduto no Nordeste

O festival de mentiras e o vexame das picaretagens continua na propaganda de Serra.

No programa desta terça-feira à noite, entre vários embustes, o demo-tucano inventou até que é o redentor da seca no Nordeste, e apresentou com computação gráfica uma tubulação de água fantasiosa, que não existe, cortando vários estados do Nordeste, como se fosse "obra" dele (na figura abaixo, a imagem usada na propaganda).

A propaganda é enganosa duas vezes. Além de fantasiosa, ainda exerce a função de confundir a população com a obra de transposição de águas do Rio São Francisco, que está sendo realizada pelo governo Lula.

Sobre os alagões que Serra ajudou a produzir no Jardim Pantanal, em São Paulo, ele preferiu não falar nada.

Do blog Os Amigos do Presidente Lula

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Economista e ex-professora de José Serra, Maria da Conceição Tavares, diz que o tucano ficou “burro”. Professora já declarou apoio a Dilma

“Os jovens não têm muita clareza sobre o país em que vivem.” “Os jornalistas fazem um estardalhaço sobre o mercado do petróleo, mas o que eles entendem desse mercado? Fazem parecer que é facílimo, mas não é”. “José Serra não era tão conservador quando mais novo. Para vocês verem, algumas pessoas, quando envelhecem, ficam burras.”

Estas foram algumas das frases que marcaram, na manhã desta terça-feira, 24, a conferência da economista Maria da Conceição Tavares, no auditório da reitoria da UFMG, no campus Pampulha. Com o tema O Brasil e a crise internacional, a palestra fez jus à personalidade forte da economista e mostrou sua visão sobre a trajetória brasileira rumo ao desenvolvimento e sobre o contexto internacional.

Encarregado de saudar a palestrante, o reitor Clélio Campolina prenunciou o que os espectadores – que lotavam o auditório e a sala de videoconferência montada no saguão da reitoria –, presenciariam ao afirmar que “é impossível ficar indiferente diante da Maria da Conceição”.

O foco da palestra foi a reação do Brasil à crise internacional, iniciada em 2008. Antes mesmo de entrar na discussão, Maria da Conceição deixou claro que poucas vezes esteve tão esperançosa quanto ao Brasil. “A outra vez que tive boas expectativas para o futuro do país aconteceu no período do presidente Juscelino Kubitschek.”, afirmou.

A justificativa para isso, segundo a economista, é que a crise permitiu ver que o Brasil se desvencilhou dos grandes centros industriais, tornando-se autônomo política e economicamente. “Uma piada antiga dizia que se os Estados Unidos pegassem uma gripe, o Brasil sofreria de pneumonia. A crise internacional mostrou a inversão disso. Os EUA ficaram pneumônicos e o Brasil teve um leve resfriado”, explicou.

Potência

Ela disse também que o país deixou para trás a “maldição furtadiana”, teoria do economista Celso Furtado que pregava a capacidade brasileira de crescer economicamente, mas sem gerar desenvolvimento social. “Se continuarmos nessa trajetória atual, em uma ou duas décadas seremos uma potência mundial”, vaticinou.

Para ela, o Brasil foi bem-sucedido no controle da crise e isso pôde ser visto na velocidade com que o país conseguiu sair dela. Segundo Conceição Tavares, no fim do segundo semestre de 2009, nossa economia já não sofria os efeitos da recessão mundial. Entre as razões estiveram as medidas com preocupação social, como o empenho em manter o nível de desemprego estável nas metrópoles e o aumento do salário-mínimo. “Ao contrário do que dizem, o aumento do salário foi maior que o crescimento do lucro dos bancos”, esclarece Maria da Conceição.

Essa capacidade de gestão econômica e mesmo os bons índices de crescimento fazem da América Latina e da Ásia as regiões com melhores perspectivas de desenvolvimento para os próximos anos, defendeu a economista. A relação entre eles é uma das condições para esse futuro promissor. “A demanda asiática tornou a venda de matéria-prima satisfatória para o Brasil, pois elevou os preços. Antigamente, nós da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina) lutávamos contra isso, mas as condições de comércio eram outras, os preços eram muito baixos”, exemplificou.

Já grandes potências como Japão, Alemanha e Estados Unidos vivenciam com intensidade o mau momento da economia mundial. Isso possibilita ver, destaca a economista, a ausência de uma potência reguladora de economia. “Atualmente, temos potências desreguladoras. Os Estados Unidos, por exemplo, não têm conseguido cuidar nem de si”, destacou.

Do site da UFMG

Assista ao vídeo no qual a economista Maria da Conceição Tavares fala da sua então aluna da Unicamp, Dilma Rousseff.

Araruna, cidade serrana do interior da Paraíba, se prepara para a 2ª edição do Festival de Inverno


O charme do Festival de Inverno é mais um atrativo da simpática Araruna. A cidade ganha ares ainda mais europeus com a chegada do frio. Para brindar esta época do ano, um festival repleto de atrações aos mais variados públicos. O 2º Festival de Inverno será realizado nos dias 27 e 28 de agosto, com programação gastronômica, musical, cultural e de lazer. Uma agenda cheia para quem optar por curtir o frio.

Localização

Araruna é um município do estado da Paraíba, localizado na microrregião do Curimataú Oriental. Está distante 165 quilômetros de João Pessoa, capital do estado da Paraíba, cerca de 100 km de Campina Grande e a 120 km de Natal, capital do Rio Grande do Norte. A altitude da sede é de 580 m.

Fonte: ArarunaPB
Clicky Web Analytics