quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Editorial: "Prefiro os pecadores e pecadoras que a santa mídia brasileira condena"

Por Júnior Miranda
.
Para muitos brasileiros a chamada grande mídia nacional esta envolta num manto intocável de pureza, que de tão pura, de tão santa, mereceria a canonização. Nem a “Santinha do Paraíso” chega perto de tamanha santidade.
.
No entanto, a cada dia que passa outra parte de brasileiros vai percebendo que esses tradicionais veículos de comunicação, perpetuados ao longo de décadas por famílias de políticos coronelistas ou de empresários golpistas, são na verdade santos de pau oco, que por fora mostram a indignação contra as injustiças, mas por dentro estão repletos das rapinas feitas contra o povo brasileiro ao longo dos anos.

Existe sacrilégio maior que a Folha de São Paulo, por exemplo, dizer que o Brasil é o país da impunidade, quando a própria Folha defende o banqueiro Daniel Dantas, ou num passado recente ter emprestado seus veículos de reportagem para agentes da Ditadura Militar prender e torturar brasileiros?

O que dizer da Band que ainda permite em seus quadros de profissionais a figura santa do preconceituoso Boris Casoy com seu desprezível comentário contra os garis brasileiros?

O que dizer dos “cansados” do SBT como a Hebe e o Sílvio Santos, que disseram estar cansados do Brasil, mas não se cansam de explorar economicamente os ingênuos brasileiros?

O que dizer da Globo, então, que teve ligações umbilicais com truculentos Governos Militares e nem sequer teve a dignidade de apoiar o movimento das Diretas Já, o qual exigia a eleição pelo voto direto da população, e que agora posa de democrática?

Ahhhh!... Meus santos leitores... São tantos “milagres” desta puritana mídia brasileira que ela nem precisa passar pelo purgatório de tão limpa que está. Nem a santíssima Record escapa dos milagres econômicos da vossa santidade, a mídia tradicional. Todas querem mostrar seus milagres, suas façanhas para serem canonizadas logo, logo, pelos brasileiros, mesmo que para isso se utilizem santamente de pecados capitais, capitais mesmo.

Sabem!? O Brasil tá cheio de santos da mídia, eu prefiro ficar ao lado dos pecadores. Prefiro ficar com os “bandalheiros” do MST ao invés da santa grileira Cutrale que polui o meio ambiente. Prefiro fazer minhas orações blogueiras para o delegado Protógenes Queiroz do que para o santo banqueiro Daniel Dantas. O banqueiro já tem muitos fiéis.

Prefiro os pecadores e as pecadoras que a santa mídia brasileira condena diariamente, do que os santos que ela venera.

2 comentários:

celvio disse...

Caro Junior Miranda: Gostei do seu artigo de quarta e o repercuti no ContrapontoPIG.Parabéns e um abraço cearense do Célvio

Júnior Miranda disse...

Eu que agradeço por repercutir o artigo no seu blog. Precisamos sim nos contrapor as manipulações do PIG. Saudações paraibanas meu caro.

Clicky Web Analytics