sábado, 18 de setembro de 2010

Porque a Revista Veja ataca Lula e Dilma


Por Guina

Em meios a tantos ataques desferidos pela Revista Veja contra Lula e Dilma, procurei entender o porque da mesma ter se tornado um autêntico panfleto político-partidário do PSDB.

E pesquisando sobre o tema, acabo de encontrar um excelente artigo no site Carta Maior, onde fiquei espantado ao saber que a Veja já patrocinou financeiramente candidatos ligados a atual oposição.

Vejam um trecho do artigo abaixo:

A Editora Abril S/A, proprietária da revista Veja, entre outras publicações, doou, nas eleições de 2002, R$ 80,7 mil a dois candidatos do PSDB e a um candidato do PPS. O deputado federal Alberto Goldman (PSDB-SP) recebeu doações de R$ 34,9 mil da editora naquele ano. O deputado federal licenciado Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique Cardoso, recebeu uma quantia mais modesta, R$ 15,8 mil. Ferreira é hoje candidato ao senado pelo PSDB (SP). Já o candidato Emerson Kapaz (PPS-SP), que já exerceu mandatos pelo PSDB antes de trocar de partido, recebeu R$ 30 mil. (mais aqui)

É uma revelação espantosa e absurda e mostra o real fato que está por trás dos constantes ataques fajutos plantados pela Veja contra Lula e Dilma.

Sendo assim, fica fácil entender porque a revista Veja participa ativamente da campanha de José Serra.

Ao mesmo tempo é preocupante, pois já imaginaram se um dia o PSDB volta ao poder máximo no país?

Com a grande mídia toda ao lado, os escândalos que recheiam os governos tucanos por todo país, como em São Paulo e no Rio Grande do Sul, se já são poucos divulgados, seriam então totalmente abafados por uma mídia que se mostra cada vez mais defendendo interesses ocultos.

Enfim, uma revista como a Veja financiando candidatos de um grupo político é triste e lamentável para o verdadeiro jornalismo.

*Envie este post para seus contatos, para que mais pessoas possam saber de fato o motivo da Revista Veja desferir tantos ataques a Lula, Dilma e a verdadeira esquerda.

Postado no Blog do Saraiva

5 comentários:

Natalia disse...

Será então que temos uma confabulação contra Lula e sua tirma? Ah, faça-me o favor, estamos em uma democracia e a imprensa é livrfe para expressar sua opinião.

Júnior Miranda... disse...

Natália, a imprensa é livre sim, nunca foi tão livre como está sendo neste período no nosso país. Se vc observar esses 8 anos do governo Lula, a imprensa não cansou de criticar, e muitas vezes de forma desonesta, o governo.

Porém, não confuda liberdade de imprensa com “libertinagem” de imprensa, quando “jornalistas” caluniam e ferem a honra das pessoas, e o pior, utilizando como fontes de suas matérias CRIMINOSOS, como aconteceu com a Revista Veja que utilizou como “fonte” jornalística um indivíduo preso por roubo de cargas e falsificação de dinheiro.

Outra coisa. Assim como os políticos não estão acima do bem e do mal, os jornalistas também não estão acima do bem e do mal. Pessoas criminosas não podem se esconder dentro de uma profissão tão importante como a de jornalista. É preciso separar o joio do trigo.
Abs!

Airton disse...

Pessoas, como a Natalia mostram como o povo é facil de ser manipulado.. Natalia não se deixe manipular pela midia.. analise os dois governos se achar que quer voltar a época do PSDB, tudo bem,, mais seja inteligente.. a Veja e Globo estão somente com interesse financeiro...

W disse...

Eu acho que o papel da imprensa deveria ser impar, atrás de fatos,principalmente por ser parte formadora da opinião popular, se fosse uma ataque só, mas repare que desde que as eleiçoes começaram e capa sobre capa ataques contra o pt, bom eu votei na marina por achar que nenhum desses dois candidatos merecem ser votados e nesse segundo turno vou pensar bem em quem votar,pq manipular o jogo com um veiculo tão forte como a veja pode ser o escudo do PSDB para não deixar nada sair debaixo do seu lindo tapete.

Anônimo disse...

Tá demais!!

Já viram a capa da Veja desta semana? A foto do Aécio, com o botão CONFIRMA no peito!!! E mais: no texto da capa diz que ele é especialista em viradas!!!

Entendo que estamos numa democracia, mas não se pode dizer que esta é uma revista séria. Não, não é.

Clicky Web Analytics